Mais de 115 mil visualizações depois. Chegámos assim à 3ª, e última conferência “Como se prepara o Algarve para o Verão”.

Estas conferências, organizadas pela Rickytravel, tiveram como principal objetivo, transmitir confiança ao mercado, promovendo o destino Algarve. Sempre de forma responsável, honesta e credível. Demonstrar o esforço e empenho de Autarquias e unidades hoteleiras, para que os Portugueses se sintam seguros a fazer férias no Algarve, relembrando as nossas mais valias, apresentando as garantias de segurança que os responsáveis do destino e as unidades hoteleiras podem dar, mas também os cuidados e a responsabilidade, que quem nos visita devem ter.

Terceira Conferência Rickytravel: “Como o Algarve se prepara para o Verão” – clique aqui

Para as esclarecer da melhor forma possível, estivemos à conversa com: José Carlos Rolo – Presidente da Câmara Municipal de Albufeira; Lino Martins – Diretor Comercial da AP Hotels & Resorts; Sónia Coixão – Diretora Comercial do Grupo Luna Hotels & Resorts; Eliseu Correia – CEO da EC Travel e Ricardo Sobral CEO da Rickytravel.

José Carlos Rolo – Presidente da Câmara Municipal de Albufeira

“Os Municípios do Algarve, em conjunto ou em separado, mas sempre com o objetivo de promover e transmitir confiança, a todos os que nos queiram visitar no próximo verão, têm feito tudo o que está ao seu alcance. A qualidade, as paisagens, as águas límpidas, o magnífico areal. A magnificência do Algarve, continua aqui! ”, começou por dizer José Carlos Rolo.

“ Sabemos, que um dos principais elementos diferenciadores na escolha do Algarve, como destino turístico é a segurança. Esta pandemia, demonstrou (e foi reconhecido em todo o Mundo), que o Algarve é um exemplo de boas práticas, no que diz respeito à Segurança sanitária.” Reforçou o presidente da Câmara Municipal de Albufeira.

Sónia Coixão – Diretora Comercial do Grupo Luna Hotels & Resorts

Sónia Coixão, sobre este verão e a receção dos seus clientes, disse “O Grupo Luna & Resorts, adquiriu um sistema de alta qualidade, para monitorizar a temperatura do cliente à sua entrada nas suas unidades. Estas máquinas, também vão relembrar que o uso da máscara é obrigatório. O cliente sempre que entra e sai, pode passar pela máquina, para ser efectuado esse despiste. Mesmo ao lado dessas máquinas, vão estar colocados dispensadores com desinfetante, para que possam fazer a higienização das mãos. Criámos circuitos independentes de entrada e saída, e os balcões terão acrílicos para que seja evitado o contacto entre clientes e funcionários. Vamos também, disponibilizar um saco para que o cliente ao chegar ao seu quarto, possa despir a roupa que utilizou durante a viagem e armazenar. Se quiser guardar e lavar mais tarde tudo bem, se pretender que nós o façamos, terá um custo adicional. Todos os nossos funcionários tiveram formação, fizeram testes serológicos. A todos será distribuído um manual de regras impostas para esta pandemia.”

Lino Martins – Diretor Comercial do Grupo AP Hotels & Resorts

Lino Martins, salientou que “Os vectores fundamentais para este verão que se aproxima, são a confiança e a segurança. O nosso Grupo, para além do controle de temperatura, dos circuitos para entrada e saída, vai ter as habituais estruturas acrílicas e tapetes para higienização do calçado. Vamos ter constantemente, brigadas para higienizar todas as superfícies e zonas públicas. Vamos disponibilizar à entrada, kits com máscaras, luvas, etc., para todos os clientes. O nosso Grupo, adoptou uma serie de medidas, para minimizar o contacto com o cliente. Todos os nossos funcionários serão testados ao Covid19 e também terão acesso a um manual interno de boas práticas. Precisamos que o Turismo de Portugal, faça uma campanha massiva para os Portugueses façam  turismo no seu país.”

Eliseu Correia – CEO da EC Travel

Eliseu Correia, começou por falar sobre o número significativo de Unidades hoteleiras que vão abrir brevemente e o número significativo de Hotéis e serviços com o selo «Clean & Safe». “Temos no Algarve, produto e preço para todos os clientes, que queiram vir passar férias. A segurança é importante e isso traz confiança, mas existem outras medidas que podem aumentar o fluxo de pessoas na (e para a) nossa região. Estou a falar das acessibilidades e dos meios de transporte, como exemplo, os aviões. A ligação Porto-Faro não existe, e isso evitaria viagens de 6 a 7 horas, para quem quer vir do norte de Portugal passar férias no Algarve. São manifestamente poucos os voos anunciados pela TAP de Lisboa para Faro. Já que falamos em acessibilidades e segurança, reforço a ideia que nos comboios devíamos ter outro tipo de incentivo, qualidade e rapidez nas ligações com a capital. Segurança também é como se chega ao destino Algarve. Segurança também é abolir as portagens na A22, retirando fluxo da estrada nacional 125, para que se possa circular, livremente, em segurança e gratuitamente durante o período de férias. A minha última proposta para este ano, era que os custos de férias praticadas internamente, fossem deduzidos no IRS, de forma a incentivar os Portugueses.”

Ficou claro que as hotéis continuarão a ser espaços de lazer e diversão, havendo a necessidade de cumprir o distanciamento social, tal como nos é hoje exigido no nosso dia a dia.

Destacamos as seguintes informações prestadas pelos convidados:

  • Albufeira, é o Município com mais galardões de qualidade ambiental de praias do país. Volta a ser recordista em Bandeiras Azuis, conquistando este ano 26 galardões, mais um do que no ano passado e o máximo desde que esta distinção é atribuída pela Associação Bandeira Azul da Europa (ABAE).
  • Segurança sanitária garantida pelas autarquias do Algarve;
  • Campanhas de sensibilização efetuadas pela Autarquia de Albufeira;
  • A Câmara Municipal de Albufeira apresentará na próxima semana um plano de animação para o Verão 2020;
  • Taxas de ocupação dos hotéis mais reduzidas;
  • Recolha de informação prévia para agilizar check-ins e check-outs;
  • Maior frequência na limpeza e na desinfeção das áreas públicas;
  • Tapetes para higienização de calçado, medição de temperatura e kits com máscaras e luvas às entradas das Unidades hoteleiras;
  • Turnos nas refeições para cumprir o necessário distanciamento social (cliente pode optar pelo horário mais conveniente);
  • Algumas unidades vão optar por serviço à carta, outras por buffet;
  • Buffets passam a ser servidos por colaboradores dos hotéis. Clientes podem repetir como o faziam anteriormente;
  • Espreguiçadeiras das piscinas com maior distanciamento;
  • Spas e ginásios com marcação de forma a permitir limpeza e higienização;
  • Responsabilidade e bom senso dos clientes na utilização das piscinas de forma a cumprir o distanciamento recomendado;
  • Animação com maior número de atividades nos espaços exteriores;
  • Manter o distanciamento físico e a etiqueta respiratória é fundamental em terra, no mar ou na piscina;
  • Praias com mais espaço disponível, o que é também uma oportunidade para férias mais tranquilas e com maior qualidade;

José Carlos Rolo, revelou que Albufeira vai brevemente, apostar numa forte campanha de sensibilização para todos os que nos visitam, apelando ao comportamento individual dos turistas, para sua segurança e de todos os outros. Vamos trabalhar com as forças policiais (que têm como obrigação fiscalizar), de forma a que sejam cumpridas regras e procedimentos. Tudo com o objectivo, de evitar o encerramento de praias. Porque em caso de prevaricação, essa medida está prevista e é prejudicial a todos. Albufeira vai e com alguma criatividade, continuar a ter a habitual animação, com os constrangimentos e medidas de segurança impostas pelo Governo, para o bem de todos.”

Ricardo Sobral – CEO da Rickytravel

Nas áreas de alimentação e bebidas, a ideia geral é de que poderão optar por turnos (sempre que a ocupação o justificar), e de que não haverá buffets. Para evitar, a utilização dos mesmos utensílios por várias pessoas, vai ser substituído por serviços à mesa pelos próprios colaboradores dessas unidades hoteleiras. O cliente continuará a poder escolher o que pretende comer, continuará a poder repetir se assim o entender. Sobre este assunto, Lino Martins acrescentou, “Vamos reduzir a capacidade dos restaurantes, optando por turnos. Alguns clientes vão jantar às 19h e outros ás 21h, permitindo entretanto a limpeza e higienização. Os buffets vão ser alterados, vamos trabalhar com unidoses, o cliente só vai pegar no pires, prato, etc. e vai para a mesa desfrutar da sua refeição. As toalhas serão individuais e de uso único, os talheres e o pão serão distribuídas em saquetas individuais. O Serviço será sempre feito pelo nosso pessoal, o cliente só tem de escolher o que quer e a quantidade que deseja.

Este assunto, apesar das medidas conhecidas, continua a ser o tema mais comentado por quem segue desde o início estas conferências em direto, ou posteriormente na página do Facebook e blog da Rickytravel. Ficou claro, na conversa com os convidados, que para as piscinas, as unidades hoteleiras colocarão em prática regras similares ao que acontecerá nas praias, que passa pelo distanciamento social entre espreguiçadeiras e dentro de água, muita limpeza e higienização com salvaguarda para pessoas da mesma família. “As piscinas já eram no passado muito bem higienizadas e testadas.  Os produtos químicos que utilizamos, só por si já são suficientes para higienizar e desinfetar. Entretanto, foram criados circuitos de entrada e saída para as piscinas exteriores. Respeitados os intervalos entre espreguiçadeiras e a sua constante desinfeção.”

Lino Martins salientou a importância da animação “Em algumas das nossas unidades é um factor chave e crítico para o sucesso. No caso do Adriana Beach Club Resort, nós temos um teatro com capacidade máxima de 500 pessoas. Vamos ter de reduzir para 50% (ou menos) e reinventar, fazendo mais sessões para que todos os que queiram, possam assistir aos espectáculos que promovemos diariamente. Mas vamos essencialmente, apostar muito na animação no exterior, com muito distanciamento social. A animação sempre vai existir, mas com muita segurança. Vamos ter um verão único, com qualidade acima da média.”

Há semelhança das anteriores Conferências, a responsabilidade que será pedida ao cliente nas suas férias, não será mais nem menos, daquela que lhes é exigida no seu dia a dia. Distanciamento social, uso de máscara no interior das unidades hoteleiras, constante desinfeção de mãos e bom senso nas áreas públicas e de diversão.

Se ainda não teve oportunidade, poderá assistir a toda a conferência aqui.

O Algarve, trabalhou duramente durante dois meses para receber bem, com qualidade e segurança, todos os que queiram vir de férias para a nossa região. O Algarve está preparado para os receber. Somos e continuaremos a ser o melhor destino turístico do Mundo!