A Rickytravel dá-lhe a conhecer 10 das mais belas cidades do Centro de Portugal. Inspire-se no nosso roteiro.

1. Óbidos

Óbidos é a vila medieval mais pitoresca e romântica de Portugal. Irradia charme e encanto em cada pedra da muralha do seu castelo imponente, em cada rua empedrada, em cada casa caiada de branco ofuscante e debruada com intenso azul do céu ou ouro do sol. Prenda de Reis às suas Rainhas, desde que D. Dinis a ofereceu à Rainha Santa Isabel, a povoação beneficiou duma atenção que a tornou numa das mais bem preservadas vilas de Portugal.

Autêntica e serena, a vila dentro das muralhas tem um ambiente contagiante de paz e sossego, assim que os turistas se vão embora. É nessas horas de calma que o cheiro a lenha queimada e odores de comida caseira nos fazem imaginar os serões em família à volta duma lareira. Com tudo isto, não admira que o Castelo de Óbidos seja uma das 7 Maravilhas de Portugal.

A forte característica medieval faz da vila uma excelente escolha para escapadinha de fim de semana, passeio romântico, ou excursão de descoberta em família. Há uma série de eventos ao longo do ano que justificam qualquer visita: o Festival do Chocolate; o Mercado Medieval de Óbidos ou Óbidos Vila Natal.

As muralhas medievais acolhem um castelo muito bem conservado com as suas torres altaneiras. As labirínticas ruelas da vila são um convite aberto a deliciar-se com a descoberta dos pórticos manuelinos, das alvas casas sempre decoradas com coloridas flores e dos pequenos largos onde o tempo passa sem qualquer pressa.

A estrela é sem dúvida o Castelo de Óbidos, de encanto medieval, com as suas muralhas a permitir um longo passeio com vistas fantásticas.

As casas castiças chamam a atenção, quer pelos detalhes decorativos da arquitectura, quer pela explosão de cor da ornamentação floral.

Cafés acolhedores convidam à toma da célebre bebida, Ginja de Óbidos, e tanto mais saborosa se bebida num copo de chocolate.

Onde ficar em Óbidos:

Hotel Real d’Óbidos 4*

Bom Sucesso Resort 5*

Praia D’El Rey Marriott Golf & Beach Resort 5*

Royal Óbidos Evolutee Hotel 5*

Pousada Vila de Óbidos




2. Nazaré

A Nazaré é uma vila como poucas no centro de Portugal.

Das tradições que se mantêm há vários anos e que estão intrinsecamente ligadas à actividade piscatória até às ondas gigantes que fizeram desta localidade um ponto turístico de enorme relevo, são muitos os motivos que o levarão a querer visitar esta terra.

Nos dias de hoje é ainda possível passear pelas ruas da Nazaré, nomeadamente no aprazível paredão junto à praia e encontrar locais com trajes típicos da vila, os pescadores vestidos com camisas de xadrez e calças pretas e as mulheres com as sete saias, muitas vezes executando tarefas piscatórias como remedar redes ou secar o peixe no areal.

Um local a não perder é, sem dúvida, o mercado municipal, um dos sítios mais autênticos da Nazaré. Aqui poderá sentir a atmosfera da região, com varinas vestidas a rigor com as tradicionais sete saias e outros vendedores a gritar os típicos pregões para cativar os clientes.

O Elevador leva-nos ao topo da Vila, onde encontramos o melhor dos miradouros da Nazaré. Local conhecido como o Sítio é também muito visitado por peregrinos, pois aqui encontramos a bonita Igreja da Nossa Senhora da Nazaré e ainda a ermida da Memória.

Quem vai à Nazaré não pode deixar de degustar os famosos pratos de peixe da região, entre eles a conhecida Caldeirada de Peixe!

Onde ficar na Nazaré:

Hotel Miramar Sul 4*

Hotel Maré 3*

Hotel Praia 4*

Miramar Hotel & SPA 4*




3. Aveiro

Visitar Aveiro promete ser uma das melhores e mais interessantes escapadinhas para aqueles que viajam pelo centro de Portugal.

Aveiro é conhecida como a Veneza Portuguesa, mas a verdade é que compará-la é injusto para as duas. Primeiro que Aveiro não é Veneza mas Veneza não tem as particularidades de Aveiro.

Quem vai a Aveiro não abdica de um dos tradicionais passeios nos canais, pois ir a Aveiro e não fazer um passeio de moliceiro é como ir a Roma e não ver o Papa.

Também terá que experimentar os ovos moles de Aveiro, são uma iguaria da gastronomia portuguesa.

As ruas e ruelas estreitas da cidade velha merecem ser conhecidas. Encontrará velhas mercearias, pequenas tabernas e cafés e ainda genuínos modos de vida da população aveirense.

No seio da parte velha da cidade está o Mercado de Peixe, que de manhã fervilha de actividade.

Encontrará junto ao mercado alguns dos melhores restaurantes para comer em Aveiro.

Para além do charme que os canais alimentados pelas águas da Ria de Aveiro lhe atribuem, a cidade tem uma identidade arquitectónica muito característica dada pelos belos edifícios Art Noveau em redor de praças e espaços verdes airosos, pelo colorido dos azulejos que forram fachadas de casas com os seus padrões únicos ladeando típicas ruelas piscatórias, e, mais recentemente, pelas linhas modernas das novas urbanizações que colocam Aveiro nas listas das melhores cidades para viver em Portugal.

Se lhe somarmos a riqueza patrimonial e a Ria de Aveiro que moldou o quotidiano das gentes, temos uma das cidades mais interessantes do nosso país. Como cidade que acolhe uma das universidades mais prestigiadas, o seu ambiente jovial não passa despercebido.

Onde ficar em Aveiro:

Melia Ria Hotel & SPA 4*

Pousada da Ria

Montebelo Vista Alegre Ílhavo Hotel 5*

Golden Tulip São João da Madeira Hotel 4*

Hotel Ílhavo Plaza & SPA 4*




4. Viseu

Para além do magnífico património histórico-cultural que justifica por si só uma escapadinha a Viseu, a cidade tem museus dignos da sua visita, flores coloridas em cada recanto, jardins frondosos e alegres para prazenteiros passeios, praças monumentais que convidam à contemplação, uma gastronomia de babar, uma cena criativa expressa nas artes performativas e street art espalhada por todo o distrito, e eventos dos mais emblemáticos de Portugal.

Historicamente, Viseu é das cidades portuguesas mais antigas. É a cidade do lendário Viriato, esse herói do povo que uniu as tribos das quais procede a raça lusitana.

Viseu tem um dinamismo muito próprio que preenche o ano de eventos com festivais de música, dança, literatura e teatro, feiras gastronómicas e de vinhos, exposições, etc.

A cidade-jardim é um destino irresistível no Natal e Ano Novo. De 30 de Novembro de 2019 a 6 de Janeiro de 2020, Viseu acendeu milhares de luzinhas para encher de luz, brilho, cor, sabor e som a quadra festiva de locais e visitantes, convidando-os a redescobrir as tradições em concertos, mercados e muito mais.

Quem por aqui passa não pode deixar de degustar a doçaria local numa das inúmeras confeitarias, como os Viriatos, as Florzinhas do Amor, as Barquinhas de Feijão ou as Rotundinhas.

Sendo um destino com tanta oferta, é um ótimo destino para uma escapadinha romântica, uma viagem em família com muito para entreter os miúdos, para viajar com os amigos ou saborear um tempo sozinho.

Onde ficar em Viseu:

Pousada de Viseu

Hotel Grão Vasco 4*

Montebelo Viseu Hotel & Spa 5*

Hotel Príncipe Perfeito 4*

Montebelo Palácio dos Melos Viseu Historic Hotel 4*




5. Alcobaça

A belíssima Alcobaça está situada nos vales dos rios Alcoa e Baça, que segundos alguns escritores lhe deram o nome.

Alcobaça deve a sua fama e desenvolvimento ao Mosteiro ou Real Abadia de Santa Maria, fundado em 1153 pela Ordem de Cister. O Mosteiro possuía um vasto domínio, que era também conhecido como “coutos” de Alcobaça, onde a Ordem de Cister sistematizou o povoamento, organizando vilas e quintas e dinamizou a agricultura, introduzindo novas técnicas e produtos agrícolas, características que perduraram no tempo sendo ainda hoje esta região uma das principais produtoras de fruta em Portugal.

A gastronomia e a doçaria foram muito influenciadas pelos Mosteiros e conventos da Ordem de Cister existentes na região, o doce mais conhecido é o Pão de Ló, que tomou o nome da localidade onde é confeccionado – Alfeizerão.

Alcobaça tem muitos outros locais de interesse como o Museu do Vinho, o Museu Raúl da Bernarda ou a Lagoa de Pataias.

Onde ficar em Alcobaça:

Your Hotel & Spa Alcobaça 4*

Vale d’Azenha Hotel & Residences 4*

Real Abadia Congress & SPA Hotel 4*

Hotel Santa Maria 3*




6. Covilhã – Serra da Estrela

A Serra da Estrela é um fantástico destino de inverno!

A Serra da Estrela é também sinónimo de vales encantados, imponentes e curiosas formações rochosas, miradouros com paisagens de cortar a respiração, cascatas e praias fluviais idílicas, bosques mágicos que parecem recortados de contos de fadas, apaixonantes aldeias históricas, lagos e lagoas deslumbrantes, gastronomia deliciosa (ai o queijo!.. uma delícia), tradições seculares e trilhos de classe mundial que revelam a cada passo verdadeiras obras-primas da natureza.

Não é à toa que a Serra da Estrela é um dos melhores destinos de Portugal para os amantes da natureza, o bom é ser um daqueles destinos que nunca se esgota, pois existem largas dezenas (para não dizer centenas) de segredos à espera de serem descobertos.

O ponto mais elevado do Parque Natural da Serra da Estrela é denominado de Torre e tem 1993 metros de altitude, sendo o ponto mais alto de Portugal Continental.

Todas as estações são excelentes para visitar a Serra da Estrela, pois todas elas nos mostram uma face diferente do Parque Natural da Serra da Estrela.

No Inverno a serra veste-se de branco e transforma-se num verdadeiro parque de diversões de desportos de inverno. Na primavera e no outono a serra explode de cor e torna-se perfeita para os amantes das caminhadas e afins. E no verão, quando o calor aperta, há uma imensidão de idílicas praias fluviais para explorar. A escolha torna-se difícil!

A Covilhã está localizada bem junto à Serra da Estrela, o seu povo soube aproveitar os poucos recursos disponíveis e fez da Covilhã um centro industrial, especialmente na indústria têxtil. A vitalidade desta indústria desvaneceu com o tempo e progresso. No entanto, a Covilhã continua a desempenhar um papel crucial na região. Visitar a Covilhã é desfrutar de tudo o que está associado à Serra da Estrela: a sua natureza, os seus monumentos geológicos, as suas aldeias e a sua gastronomia.

Onde ficar na Serra da Estrela:

Luna Hotel Serra da Estrela 4*

Luna Chalets da Montanha

Luna Hotel dos Carqueijais 4*

Aqua Village Health Resort 5*

Hotel Rural Madre de Água





7. Batalha

A localidade da Batalha cresceu a par do Mosteiro de Santa Maria da Vitória, cuja construção teve início em 1386, e que foi erigido em cumprimento de um voto de D. João I, Rei de Portugal, que prometeu a Nossa Senhora a sua construção caso Portugal derrotasse Castela na Batalha de Aljubarrota em 1385.

Obra-prima do gótico português, o Mosteiro da Batalha é um magnífico exemplar arquitectónico em que se misturam várias influências decorrentes do seu extenso período de construção, que se estendeu por vários reinados. No interior destacam-se a Capela do Fundador com magníficos vitrais, os claustros, as Capelas Imperfeitas ou inacabadas, profusamente decoradas com elementos em estilo manuelino e gótico flamejante, e a Sala do Capítulo.

Em redor do Mosteiro, conservam-se algumas casa setecentistas e merece especial referência a Igreja Matriz, com um belíssimo portal Manuelino.

A Batalha não é apenas o seu Mosteiro, existem muitos locais e monumentos dignos de uma visita, como a Pia do Urso, que é um espaço que foi reaproveitado, construindo-se um parque temático sensorial (adaptado a invisuais), acompanhado de um percurso pedestre; a Ponte da Boutaca ou o Parque Natural da Serra d’Aire e Candeeiros.

Onde ficar na Batalha:

Hotel Lis Batalha Mestre Afonso Domingues 4*

Hotel Villa Batalha 4*

Casa do Outeiro 3*





8. Tomar

Visitar Tomar é uma ótima ideia para quem deseja um destino completo para uma escapadinha.

Tomar, a cidade Templária, é uma cidade repleta de encantos, um polo de artes e criatividade, um núcleo cultural invejável. A panóplia de pontos de interesse históricos, religiosos, patrimoniais, culturais e paisagísticos da cidade, são fortes argumentos que justificam visitar Tomar. E os arredores de Tomar somam-lhe mais uns quantos argumentos naturais de peso.

Todo o português devia conhecer o magnífico Convento de Cristo! Descer à cidade pela Mata dos Sete Montes. Passear pela antiga judiaria até à monumental Praça da República. Escutar os sinos da altiva Igreja de São João Batista. Fazer parte do espírito descontraído dos tomarenses na Corredoura. Deixar-se abraçar pelos encantos do rio Nabão. Relaxar no verde do Parque do Mouchão. Cruzar a Ponte Velha e apreciar as vistas duma cidade espelhada no rio e coroada pelo seu Castelo.

A Festa dos Tabuleiros em Tomar é um evento único nacional, uma tradição secular que põe toda a cidade em festa.

Na doçaria não pode perder as Fatias de Tomar, os Queijinhos de Tomar e os Beija-me Depressa.

Nos arredores pode ainda visitar locais como a bonita aldeia Templária de Dornes, a Albufeira da Barragem de Castelo de Bode ou o Castelo de Almourol.

Visitar Tomar é preencher de momentos mágicos as páginas do nosso livro de memórias.

Onde ficar em Tomar:

Hotel Dos Templários 4*

Thomar Boutique Hotel 4*

Thomar Story – Guest House

Casa dos Ofícios Hotel 4*




9. Coimbra

No Centro de Portugal, plantada à beira do rio Mondego, ergue-se a mui nobre cidade de Coimbra e antiga capital de Portugal.

Há séculos que Coimbra é o centro intelectual de Portugal: a Cidade dos Estudantes, das capas negras, do Fado de Coimbra, da boémia académica. E há outros tantos que é detentora dum legado histórico dos mais valiosos que temos. Afinal, já os romanos caíram de amores por este lugar a que chamaram de Aeminium.

Coimbra é uma caixinha de surpresas de herança histórica. As suas pedras guardam segredos inconfessos e os milénios passam por ela sem que perca a sua beleza.

De relance, Coimbra é uma cidade medieval bem preservada que tem no coração a Universidade de Coimbra, uma das mais antigas e prestigiadas da Europa, célebre pela sua biblioteca barroca, a Biblioteca Joanina. Em volta dela temos outros monumentos históricos: a Sé Velha, o Mosteiro e a Igreja de Santa Cruz. Seguimos pela Rua Quebra Costas, que faz jus ao seu nome, passamos o arco da Porta e Torre de Almedina e saímos da velha Coimbra. Na baixa da cidade temos a famosa rua Ferreira Borges, de cariz primordialmente comercial, esta rua pedonal forrada a calçada portuguesa avança por entre elegantes edifícios que testemunham a modernização de Coimbra nos inícios do século XX.

Vamos até à margem esquerda do rio Mondego, ao encontro de alguns dos mais emblemáticos pontos turísticos de Coimbra: O Portugal dos pequenitos; o Mosteiro de Santa Clara-a-Velha e o Convento de Santa Clara-a-Nova.

Coimbra parece ter algo no ar que motiva amores proibidos, como o de Pedro e Inês. Nos românticos, serenos e luxuriantes Jardins da Quinta das Lágrimas, o Infante e a sua amada encontravam-se em segredo.

Coimbra é também conhecida pelos seus doces conventuais: os Pastéis de Santa Clara; as Barrigas de Freira; Encharcada; Cavaca Alta ou Arrufada.

Onde ficar em Coimbra:

Vila Galé Coimbra 4*

Sapientia Boutique Hotel 4*

Quinta das Lágrimas 5*

Hotel Oslo Coimbra 3*

Garça Real Hotel & SPA 4*




10. Fátima

Fátima é um dos lugares obrigatórios em Portugal, tanto para portugueses como estrangeiros, crentes ou não crentes, conhecida como o “Altar do Mundo” é a capital religiosa do nosso país.

Fátima é uma pequena cidade localizada no centro de Portugal. Foi aqui que em 1917 a 13 de Maio, a Virgem Maria apareceu pela primeira vez aos três pastorinhos: Francisco, Lúcia e Jacinta, convidando-os a voltar a este mesmo local nos 5 meses seguintes, local esse conhecido como Cova da Iria onde viria a ser construída a Capelinha das Aparições.

Fátima alberga hoje um dos principais santuários de culto mariano do mundo, destino de peregrinação internacional, local de oração e de cumprimento de promessas.

Na antiga Cova da Iria temos hoje, para além da Capelinha das Aparições, a Basílica da Nossa Senhora do Rosário de Fátima (onde encontramos os túmulos dos pastorinhos), mais recentemente foi inaugurada a Basílica da Santíssima Trindade e ainda a enorme esplanada que acolhe os milhares de peregrinos que todos os anos visitam este local. Entre as datas de maior importância temos os 13 de Maio e 13 de Outubro, data da primeira e última aparição de Nossa Senhora.

Quem vem a Fátima não pode deixar de visitar a localidade de Aljustrel onde se encontram as casas dos pastorinhos.

Outros locais de interesse são as Grutas da Moeda e Grutas de Mira de Aire e também o Monumento Natural das Pegadas de Dinossauro.

Onde ficar em Fátima:

Luna Fátima Hotel 4*

Aurea Fátima Hotel Congress & Spa 4*

Essence Inn Marianos 4*

Hotel Rosa Mística 3*

Dom Gonçalo Hotel & SPA 4*