A Ilha de São Miguel é a maior de todo o arquipélago acolhendo grande parte da população dos Açores inteiro. Estima-se que foi a segunda ilha a ser descoberta entre 1427 e 1431 sendo que na época, graças aos solos férteis e a existência de baías seguras, o crescimento económico sustentou-se essencialmente através do cultivo e exportação de trigo e laranja, impulsionando o crescimento de São Miguel.

É também nesta ilha que se situa a capital económica do arquipélago, Ponta Delgada: acolhe as fantásticas lagoas das Setes Cidades e a do Fogo. Mas não só, toda a ilha permite um escape natural, com uma oferta de caminhadas com vistas panorâmicas, ideais para os amantes da natureza. A robustez da terra vulcânica permite que algumas águas sejam termais e possibilita também a existência do famoso Cozido das Furnas, cozinhado lentamente no interior da terra.

Sobre Ponta Delgada

Esta encantadora cidade possui alguns dos mais importantes monumentos históricos da ilha. As Portas da Cidade marcam a entrada de Ponta Delgada e datam o ano 1783, traduzindo-se num dos monumentos mais relevantes pelo seu passado histórico. A maioria dos turistas gosta de passar por lá e marcar a sua visita com uma fotografia neste local único.

Próxima das Portas da Cidade, situa-se a Igreja Matriz de São Sebastião, datada do século XVI. Foi construída a partir do estilo gótico, porém a fachada foi desenvolvida de acordo com o estilo manuelino. Considerado também um dos monumentos mais relevantes, é o Forte do Brás: atualmente é a sede do Comando Militar dos Açores, onde poderá visitar o Museu Militar da ilha, que conta a história de algumas das conquistas e do orgulhoso percurso militar dos Açores.

Ainda em Ponta Delgada, não deixe de conhecer a Igreja Ermida da Mãe de Deus. Para além da vertente histórica, oferece uma vista sobre a cidade incrível dada a sua localização no topo de uma colina. A paisagem é fantástica e ideal para testemunhar o nascer ou pôr do sol.

Lagoa das Sete Cidades e Lagoa do Fogo

É no nosso arquipélago dos Açores que se encontra uma das 7 Maravilhas Naturais de Portugal: a Lagoa das Sete Cidades. O contraste do azul intenso das lagoas e o verde das vegetações em redor, fazem deste sítio um dos mais bonitos que os Açores têm para oferecer. Esta paisagem imperdível poderá ser admirada a partir do Miradouro da Vista do Rei, dedicado ao rei D.Carlos.

A Lagoa do Fogo, fica a 575 metros acima do nível do mar, sendo a lagoa mais alta em São Miguel e está localizada na caldeira do Vulcão do Fogo. É um ponto muito interessante dada a sua altitude, mas também devido à sua dimensão e por ter sido classificada como reserva natural em 1974. Ao longo do tempo não sofreu quase intervenções humanas, mantendo assim as suas características de fauna e flora. Poderá viver uma experiência única, um contacto com a natureza no seu esplendor.

Relaxe e usufrua das águas termais

A Poça da D. Beija é constituída por cinco piscinas exteriores com várias temperaturas, garantindo uma experiência autêntica e inesquecível, num cenário repleto de natureza semelhante a países mais exóticos. Desenvolve-se como uma espécie de circuito, onde conseguirá aproveitar o encontro perfeito entre o elemento natural e o relaxamento.

Perto da Lagoa do Fogo, na encosta norte do Vulcão do Fogo, é imprescindível que visite a Caldeira Velha: uma reserva natural composta por duas piscinas com paredes de pedra, aquecidas naturalmente. À semelhança da Poça da Dona Beija, a envolvência é acima de tudo natureza pura, árvores altas e vegetação, o que permite um sossego sem igual.

O Parque Terra Nostra desenvolve-se ao longo de 12 hectares, oferece passeios maravilhosos ao longo de vários jardins praticamente intocáveis e mais de dois mil tipos de árvores distintas. Para completar a envolvência, Terra Nostra comporta um tanque termal em tons laranja construído inicialmente em 1780 e aumentado em 1935 com a recuperação do parque. É uma das melhores maneiras de renovar energias graças a esta água, carregada de minerais, a uma temperatura entre os 35 e os 40 graus.

Parques, cascatas e miradouros

Conhecer São Miguel é aproveitar as melhores paisagens: um contacto único com a Natureza, que se funde com o mar e o céu azul. No Miradouro da Ponta do Sossego poderá passear pelos jardins, ideais para piqueniques em família, ou admirar a incrível vista com a sua cara-metade. Existem vários terraços suspensos permitindo que a sua experiência seja ainda mais especial.

A ilha é também conhecida pelas terras vulcânicas que influenciam o clima e os solos. As Caldeiras das Furnas garantem vistas deslumbrantes numa cratera vulcânica adormecida, onde as poças fundas no chão borbulham de tão quente que é a temperatura. Esta característica permitiu que, ao longo dos anos, se desenvolvessem inúmeras refeições cozinhadas diretamente na terra: por exemplo, o Cozido das Furnas, que é tipicamente reconhecido por ter uma confeção única, que poderá encontrar em diversos restaurantes nas redondezas.

Para além das águas termais e das paisagens verdes, em São Miguel conseguirá desfrutar de sítios especiais para nadar ou simplesmente para respirar o cheiro irrepetível das nascentes. Na Ponta da Ferraria, localizada na base de uma rocha de lava gigante, poderá banhar-se numa fonte natural que funde temperaturas de água quentes e frias. Os efeitos terapêuticos são elevados e a sensação maravilhosa! O Parque da Ribeira dos Caldeirões é igualmente uma sugestão para um dia em cheio. Repleto de pequenos riachos e cascatas, rodeado de flores e árvores das mais diversas cores, aqui poderá usufruir da beleza natural da ilha enquanto relaxa nas suas férias. Para os amantes de caminhadas, as montanhas são perfeitas para explorar e conhecer!

Uma última sugestão de atividade a realizar na ilha é observação de aves. Existem numerosas espécies de pássaros disponíveis em São Miguel para serem admiradas e analisadas: tanto na zona costeira como nos pântanos, nos sítios mais adequados para eles circularem e procriarem sem a ameaça constante dos predadores.

Gastronomia

Em São Miguel encontra excelentes restaurantes de carne de vaca autóctone: se é apreciador de boa carne, não perca a oportunidade de pedir recomendações aos ilhéus que sem hesitar indicam as melhores experiências gastronómicas. A atividade piscatória ainda é muito representativa, pelo que o peixe fresco ou mesmo marisco, em muitas restaurantes, é uma opção segura e de grande qualidade.

Explore esta maravilhosa ilha com as melhores sugestões da Rickytravel!

Fontes: discoverportugal2day.com; visitazores.com; visitportugal.com