Relaxe nas belas praias da Costa da Luz (Cádis) e aproveite para degustar algumas das melhores iguarias da cozinha espanhola!

Caracterizada por antigas cidades densamente povoadas por igrejas medievais, fortes árabes, torres de vigia, palácios, bodegas e, claro, maravilhosas praias de areia dourada e água cristalina, a Costa da Luz, na província de Cádis, estende-se por 200km, desde a foz do Rio Guadalquivir até Tarifa. Terra de gentes afáveis, boa gastronomia e praias propícias à prática de desporto, esta região tem ganho cada vez mais admiradores.

Não há dúvida que o ponto forte da Costa da Luz (Cádis) são as praias e há opções para todos os gostos! A Playa de Valdevaqueros ou a Playa de Bolonia, em Tarifa, são imperdíveis para quem gosta de lugares sublimes e distintos, já que ambas são conhecidas pelas dunas gigantes, ruínas romanas e ambiente propício à prática de surf. Para aqueles que gostam de estar o dia ao sol, mas não dispensam um bom local para explorar, Conil de La Frontera oferece uma grande variedade de praias singulares, como o extenso areal de El Palmar ou as pequenas e escondidas enseadas de Cala de Roche. Los Caños de Meca, em Barbate é paragem obrigatória para os apreciadores de uma atmosfera hippie e boémia, assim como a Playa La Caleta e a Playa de la Victoria, ambas em Cádis.

O peixe e o marisco constituem uma parte fulcral da tradição gastronómica desta região, que ainda conserva a tradição dos pescadores saírem para a faina de manhã e voltarem à noite com produtos frescos. “Tortilla de Camarones”, “Atún de Almadraba” e “Chicharrones de Cádis” são algumas das iguarias que se podem degustar um pouco por toda a região. Além dos maravilhosos sabores do mar, também os vinhos Xerez, doces e secos, compõem o ramalhete gastronómico da Costa da Luz. São conhecidos por combinarem numa garrafa a terra e o mar e existem em várias variantes, como o Palo Cortado ou Manzanilla.

Os mais novos e os amantes da Natureza não vão querer perder a diversidade de aves, aquáticas ou migratórias, que existem na Costa da Luz (Cádis). Quem sabe, talvez possam encontrar uma cegonha ou um flamingo durante uma visita à baía de Cádis, ao Parque Natural de la Breña ou às Marismas de Barbate, ótimos lugares para observar a fauna e a flora e para estar em contacto com a Natureza.

Já os aficionados pelo desporto podem disfrutar de boas ondas e ventos convidativos, propícios à prática do surf, kitesurf ou windsurf. Se é daqueles que nunca experimentou os desportos aquáticos e prefere uma opção mais terra-a-terra, pode aventurar-se nos belos campos de golf da região.

Para quem não dispensa uma boa dose de cultura durante as férias, a região concentra em si séculos de história. Começando pela própria cidade de Cádis, que em tempos fora ocupada por Mouros e Romanos e terminando nos pueblos amurallados (aldeias muradas), como Vejer de la Frontera, onde se podem encontrar vários indícios da ocupação árabe. Alguns dos pontos de interesse que não podem faltar no roteiro cultural da Costa da Luz (Cádiz) incluem a Catedral de la Santa Cruz de Cádiz, contruída sobre os estilos Barroco, Rococó e neoclássico; a Torre Tavira, a torre de vigia de Cádiz; o Monumento à Cobijada, típico símbolo de Vejer de La Frontera; a Puerta de Jerez, em Tarifa; e as ruínas da antiga cidade romana, Baelo Claudia em Cádiz.

Se todos estes motivos não chegam para o convencer a visitar esta bela região, deixamos-lhe mais 7 sugestões de atividades a não perder na Costa da Luz (Cádis)

1.Surfar nas melhores praias do sul de Espanha

Sem dúvida que o epicentro do surf da Andaluzia são as praias da Costa da Luz (Cádiz). As ondulações são altamente consistentes, especialmente entre setembro e abril-maio, e os ventos favoráveis à prática da modalidade. Ao longo dos 200km de praia que compõem a região, existem vários locais para “apanhar ondas”, mas a Playa de los Lances em Tarifa, Los Caños de Meca, em Barbete e El Palmar em Conil de La Frontera, são as prediletas. Os iniciantes também podem facilmente reservar aulas nas várias escolas que existem um pouco por toda zona.

2. Caminhar pelas históricas ruas da cidade de Cádis

O Casco Antiguo, centro histórico de Cádis, é paragem obrigatória para quem pretende começar a explorar esta cidade, que facilmente se conhece a pé. Perca-se nas bonitas ruas estreitas cheias de história, refresque-se com uma Caña num bar, visite a Catedral de Cádis e caminhe em direção à praia. Assim, irá com toda a certeza conhecer e experienciar o estilo de vida dos gaditanos, bem como apreciar a atmosfera que envolve esta cidade andaluza.

3. Degustar o vinho Xerez durante uma visita às suas caves

É da região da Andaluzia, mais propriamente de Cádis que provém o vinho Xerez, bastante apreciado pelos enólogos e frequentemente denominado pela designação “Jerez-Xérès-Sherry” (Sherry triangle). Proveniente das áreas de Jerez de la Frontera, San Lucar de Barrameda e El Puerto de Santa Maria, este vinho subdivide-se em várias tipologias, tais como Amontillado, Manzanilla, Palo Cortado e Oloroso, que podem ser degustadas durante uma visita às Caves Xerez.

4. Festejar o Carnaval de Cádis

A Costa da Luz (Cádis) beneficia de quase 300 dia de sol e claro que o verão é a época favorita dos turistas para descobrir a região. Mas é durante o inverno, em fevereiro, que acontece uma das festas mais acarinhadas pelos locais: o Carnaval. Durante o evento, as ruas enchem-se de música tradicional, pessoas vestidas a rigor e muita diversão. As origens deste carnaval remontam ao século XVI, quando Cádis, um dos portos mais importantes da Espanha, tinha boas ligações com Veneza. Algumas das tradições foram ficando, e atualmente, os gaditanos (gentílico de Cádis) empenham-se de alma e coração a esta festividade.

5. Explorar os Pueblos Blancos

Os Pueblos Blancos (tradução: aldeias brancas) são um conjunto de localidades situadas a poucos quilómetros de Cádis, como Conil de la Frontera, Zahara de la Sierra e Arcos de la Frontera, detentoras de uma beleza única e de cenários singulares. Geralmente localizadas no topo de uma colina, com as casas caiadas de branco em volta de um castelo em ruínas, estas aldeias têm uma atmosfera muito pitoresca e um povo muito acolhedor.

6. Saborear as Tapas de Pescaito e Cazon en Adobo

Certamente que na Costa da Luz (Cádiz) não lhe irão faltar opções gastronómicas, mas sem dúvida que existem alguns pratos que deve experimentar durante a sua estadia. As tapas de Pescaito, que como o nome indica são tapas de peixe fresco, são provavelmente um dos pratos mais típicos e saborosos da região, assim como o Cazon en Adobo, cação frito com uma irresistível cobertura de pão ralado, limão e cominho, não pode faltar no seu cardápio. Para os amantes de doces, os churros são a maior referência da zona. Estes são tradicionalmente pedidos ao pequeno-almoço ou ao lanche.

7. Experimentar um passeio a Cavalo à beira-mar

Alguma vez imaginou andar a cavalo à beira-mar, galopar pelo areal e por dunas de areia, com os cabelos ao vento e o som de fundo das ondas do mar? É possível sentir esta mágica e maravilhosa sensação de liberdade em Tarifa, enquanto aprecia as melhores praias da Costa da Luz (Cádis) e contempla o continente africano no horizonte.

Comece já a planear a sua próxima viagem!

Fique atento ao nosso blog para mais sugestões.

Safe travels!

Fontes: The Guardian, Volta ao Mundo, Andalucia.org, Tripkay, Andalucia.com, Tourscanner, Theculturetrip