O PONTO DE PARTIDA PARA AS BELÍSSIMAS PRAIAS DO SUL DE ESPANHA!

Agraciada pelo sol e pelo clima ameno, a Costa da Luz, em Huelva, estende-se entre a foz do Rio Guadiana, na fronteira com Portugal, e a foz do Rio Guadalquivir, que separa as províncias de Huelva e Cádiz e que, simultaneamente, faz a divisão da Costa da Luz em dois segmentos: Costa da Luz – Huelva e Costa da Luz – Cádiz.

As praias de areia branca, dunas e águas cristalinas tem atraído cada vez mais turistas à Costa da Luz – Huelva, que oferece uma experiência equilibrada e para todos os gostos: lugares animados e cheios de vida ou locais selvagens e solitários. Os vários portos e marinas que existem na zona fazem desta região um ótimo ponto de partida para a prática de desportos marítimos, como a vela.

Na província de Huelva existe um grande património histórico-artístico e uma forte ligação ao navegador Cristóvão Colombo. Foi da pequena povoação de Palos de la Frontera, que partiu a expedição que viria a acostar na América. Por isso, Huelva é considerada o berço dos descobrimentos espanhóis e são vários os vestígios americanos que nela se podem encontrar.

Huelva conta ainda com uma forte tradição piscatória, não fosse ela banhada pelo mar. Por esse motivo, a sua gastronomia é rica em peixe e mariscos, sendo a “Gamba Blanca” um dos pratos mais típicos da zona. O presunto de Pata Negra e os Morangos, chamados de “El Oro Rojo”, também são produtos típicos da terra.

Para os amantes da Natureza e da vida animal selvagem, o Parque Nacional de Doñana (Património da Humanidade) é paragem obrigatória. Com mais de 100 000 hectares, esta é a maior reserva biológica de Espanha e uma das mais importantes da Europa, sendo partilhada pelas províncias de Huelva, Cádiz e Sevilha.

Se está a pensar em visitar a Costa da Luz – Huelva e não sabe por onde começar, deixamos-lhe 5 sugestões de locais que não pode perder!

Punta Umbría

 

É conhecida por muitos como o destino das festas de finalistas, mas Punta Umbría tem muito para descobrir. A começar pela Praia de Punta Umbría, que se estende durante 4 km de costa, de onde vai poder disfrutar de magníficos pôr-do-sol.

A tradição e costumes marítimos não passam despercebidos a quem visita esta localidade. Por isso, o Porto de Punta Umbría, onde ainda se pratica a arte da pesca, é paragem obrigatória para quem pretender conhecer um pouco melhor a história da terra.

Um pouco por toda a cidade existem marcos históricos: em pleno centro está a Torre de Umbría, uma edificação feita pela população para proteção dos piratas que chegavam por mar a Huelva. As Casas dos Ingleses, construções de madeira assentes em pilares, são outro dos símbolos da zona, já que representam a influência da população inglesa na região. O seu interior foi transformado em museu para poder ser visitado pelos turistas.

Isla Canela

Isla Canela é uma pequena ilha situada a sul de Ayamonte, onde pode combinar o descanso com a prática desportiva, já que a região tem uma forte tradição nesta área. Seja no Golf ou nos Desportos Náuticos – windsurf, surf ou vela – vai poder disfrutar de momentos de pura adrenalina com sol radioso e as praias de água límpida no panorama.

Ao nível da gastronomia, há uma forte influência dos costumes Andaluzes e dos produtos do mar, que tornam o Atum à Ayamontina num dos pratos mais típicos da região. Isla Canela tem também uma forte tradição de conservas artesanais, com destaque para a cavala.

Se é fã de Turismo Ornitológico (birdwatching), aproveite as marismas e locais protegidos de Isla Canela para observar a grande variedade de espécies de aves migratórias que passam por estas zonas.

Islantilla

Apesar de ser uma pequena cidade com uma forte vocação para o turismo, durante o verão, Islantilla não passa despercebida! As praias de água cristalina e a brisa atlântica facilitam a prática de desportos náuticos como o kite-surf e o windsurf. Os mais aventureiros podem ainda disfrutar de passeios de canoagem, pescar, mergulhar, ou simplesmente de uma caminhada pelos trilhos que escondem paisagens singulares.

Se é fã de Golf, experimente dar umas tacadas no Islantilla Golf Club, uma das principais atrações da zona e um dos mais bonitos campos de Golf de toda a Andaluzia por conta da sua localização. Por lá, vai poder jogar com vista para o mar e para a natureza.

No que toca à gastronomia, os produtos do mar destacam-se com a ‘Raya en Pimenton’ e o ‘Mechado de Atun’ como dois pratos tradicionais a não perder.

Mazágon

Se gosta de praia, mas não dispensa um bom passeio pela natureza, Mazágon é uma ótima aposta. Rodeada pela beleza do Parque Nacional de Doñana, esta localidade junta as praias, falésias e dunas com lagoas e pântanos. Seja a pé, num jipe 4×4 ou de barco vai poder disfrutar das paisagens sublimes da zona.

No que toca a praias, as opções são muitas, mas se gosta de locais singulares ou procura uma praia para passar férias em família, experimente visitar a Playa Torre del Loro, cujas águas tranquilas e a areia fina e dourada, albergam as ruínas de uma antiga Torre do século XVI.

A Romaria da terra ocorre no primeiro fim de semana de maio, em honra de Nuestra Señora del Carmen, que também é homenageada a 16 de julho com uma procissão terrestre e marítima. Já a feira anual de Mazagón ocorre durante o mês de agosto.

Matalascañas

À semelhança de Mazágon, também Matalascañas está rodeada pelo Parque Nacional de Doñana. Por isso, uma das principais atrações da zona, além das suas magníficas praias, é o Parque Dunar, que pode ser visitado a pé. Situado ao longo da costa, dispõe de cerca de 130 hectares divididos entre dunas e pinheiros.

Na praia de Matalascanãs está situada a Torre de la Higuera, uma das cinco torres deste género que foram construídas ao longo da costa de Huelva para proteção dos ataques bárbaros. Atualmente, este marco histórico encontra-se em ruínas. Diz a lenda que a causa da sua destruição foi o terramoto de 1755 que abalou a cidade de Lisboa e teve consequências na costa espanhola.

Comece já a planear a sua próxima viagem!

Fique atento ao nosso blog para mais sugestões.

Safe travels!